Integrando os MOOCs à Wikiversidade lusófona

Wikiversity-logo-ptA Wikiversidade é um dos projetos da Fundação Wikimedia e que tem como objetivo ser um ambiente aberto para a criação e execução de cursos numa plataforma colaborativa wiki, oferecendo assim um ambiente para a alocação de cursos à distância. Entretanto, o layout padrão do Mediawiki (o programa no qual tanto a Wikipédia quanto a Wikipédia funcionam) não é capaz de, sozinho, dar conta de modo eficiente de algumas das necessidades comuns desse tipo de curso. O que nós percebemos e que atraiu nossa atenção aqui no NeuroMat foi o fato de que a a Wikiversidade anglófona (Wikiversity) oferecia um modelo mais dinâmico e interativo, focado na implementação dos famosos MOOCs (em português, Curso Online Aberto e Massivo) dentro do ambiente wiki.

Vocês podem ter uma visão geral do layout da página MOOC clicando aqui.

O nome “Curso Online Aberto e Massivo” já é capaz de mostrar algumas vantagens dessa modalidade em relação a outros modelos de educação à distância. MOOCs têm metas e caminhos de aprendizagem predefinidos, tendem a utilizar tecnologias e plataformas já existentes na internet, são de livre acesso (aberto) e permitem a adesão de muitos usuários, auxiliando o processo de propagação do conhecimento (massivo).

Dessa forma, conforme foi apresentado em nosso post anterior intitulado “Cursos abertos e as novas tecnologias de ensino”, a introdução da modalidade MOOC de ensino à distância tornou-se algo de interesse ao NeuroMat, que, além da integração do modelo MOOC na Wikiversidade, inicia a construção de um curso de Introdução ao Jornalismo Científico.

Para introduzirmos a referida modalidade à Wikiversidade lusófona, estudamos o modelo MOOC oferecido pela Wikiversidade dos anglófonos no intuito de entender o que seria necessário para o seu funcionamento. Percebemos que existiam códigos, módulos e predefinições que permitiam o uso do MOOC de modo interativo.  Essas páginas precisariam ser traduzidas para o português e os códigos adequados aos já existentes: e foi exatamente o que fizemos! Embora o processo pareça principalmente mecânico, entender os elementos principais para o funcionamento do MOOC e adequá-lo à Wikiversidade foi trabalhoso: foram mais de 20 páginas de códigos que precisaram ser identificadas e que precisavam ter a conexão correta entre si para o funcionamento pleno do MOOC.

Mais posts serão em breve publicados sobre esse trabalho e esperamos que logo os MOOCs possam efetivamente auxiliar e incentivar a produção de conteúdo para a Wikiversidade lusófona.

Texto de Bruna Meneguzzi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s