Quick Statements

* Por Éder Porto

Quick Statements é uma ferramenta escrita por Magnus Manske para editar itens do Wikidata através de simples comandos de texto. É uma ferramenta essencial quando se está lidando com um grande volume de dados a serem adicionados ao banco de dados pois otimiza o tempo do editor, que não precisa mais investir um tempo sobre-humano na tarefa de adicionar essas informações manualmente.

Continue Lendo “Quick Statements”

Anúncios

Revisão: Literatura norte-americana desde 1865

Por Shalor Toncray*

Antes da televisão, antes do cinema, antes do rádio, tínhamos a palavra escrita. Ela foi usada não só para comunicar, mas também para entreter e educar. Não é surpreendente que nosso amor pela literatura tenha resistido ao longo do tempo e parece que certamente sobreviverá à era digital. As cópias físicas em papel da literatura estão lutando, mas ainda conseguem manter uma presença. Entre março e junho de 2017, a turma de Shealeen Meaney no Russell Sage College trabalhou na expansão da cobertura da Wikipédia sobre literatura norte-americana desde 1865. Eles não se referiram apenas à literatura escrita, mas também às causas da criação de algum trabalho escrito, como no caso do Tio Remus.

Continue Lendo “Revisão: Literatura norte-americana desde 1865”

Pesquisa sobre Lesão do Plexo Braquial ganha vídeo

Unknown

Por Giulia Ebohon

Mais um vídeo da pesquisa Neuromatemática Representada foi finalizado e, dessa vez, traz como referência uma pesquisa coordenada pela profa Cláudia Vargas sobre os impactos da lesão do plexo braquial na plasticidade cerebral. A experimentação foi palavra chave no processo de construção desse material. Escolhas estéticas foram renovadas e repensadas a medida em que desafios de representação visual foram se materializando pelo caminho.

A princípio decidimos representar o artigo por meio de linhas e formas abstratas. Contudo, uma vez finalizada as gravações, percebemos que essa escolha – embora indicasse uma aproximação à ideia de complexidade visual –  atrapalhava a compreensão sobre o conteúdo. Depois de reformular o roteiro, de modo a tornar sua linguagem ainda mais acessível, optamos por outra forma de representação, que se apoiava em imagens conhecidas e que dialogam facilmente com um público leigo.

O processo de desenvolvimento desse vídeo, particularmente, revelou alguns dos obstáculos que se colocam ao buscar ultrapassar o uso convencional da imagem dentro da representação científica. Como incorporar a imagem nas práticas da ciência utilizando todo o potencial que ela representa na contemporaneidade? Essa e outras dúvidas passaram e permaneceram após esse processo criativo e reflexivo de difundir um material produzido no território da ciência para acesso da população.

 

 

Wikidata Lab IV: QuickStatements

  • Por Lucas Belo

O Wikidata Lab IV aconteceu no dia 22 de fevereiro de 2018 com a organização do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e do CEPID NeuroMat, esse apoiado pela  FAPESP. O evento foi sediado pelo próprio centro de pesquisas. O wikimedista Éder Porto foi convidado a coordenar a palestra. Além de fazer parte do Grupo de Usuários  Wikimedia no Brasil, Éder é bolsista no  CEPID NeuroMat. O evento teve como proposta o “Treinamento para a integração do Wikidata com a Wikipédia em português, especialmente para a adição de grande volume de dados ao Wikidata”. Continue Lendo “Wikidata Lab IV: QuickStatements”

Wikidata Lab IV

  • Por Tamires Ansanelo

No dia 22 de fevereiro de 2018, ocorreu o Wikidata Lab IV, cujo tema do evento foi ‘’integração do Wikidata com a Wikipédia em português, especialmente para a adição de grande volume de dados ao Wikidata.’’ O evento aconteceu no CEPID Neuromat, o qual é apoiado pela FAPESP, e foi organizado pelo mesmo e pelo Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil.

Na parte prática do evento, adicionamos um grande volume de dados disponibilizados pelo Museu Paulista ao Wikidata a partir do QuickStatements. A ferramenta adiciona informação aos itens já existentes no Wikidata e também ser capaz de criar novos itens. A princípio, organizamos os metadados em uma planilha no Excel de tal forma que  fosse inteligível para a ferramenta. Depois, adicionamos os códigos segundo as instruções na plataforma, de forma que foi possível enviar os metadados para o WIkidata.

Dessa forma, podemos perceber como a ferramenta QuickStatements torna o processo de adição de dados mais prático, uma que vez que toda a informação não precise ser adicionada manualmente no Wikidata, bem como esses dados podem ser utilizados para vários itens na plataforma. Assim, o evento nos fez adquirir mais conhecimento sobre essa ferramenta, possibilitando que saibamos usá-la adequadamente.

Mineração de dados em cursos a distância

Com a expansão dos cursos a distância, muitos pesquisadores têm mostrado interesse em utilizar mineração de dados para investigar questões científicas na área de educação, como quais são os fatores que afetam a aprendizagem ou como desenvolver sistemas mais eficazes. Assim, surgiu uma nova área de pesquisa chamada “Mineração de Dados Educacionais”.
A mineração de dados refere-se a descobrir novas informações através da análise de grandes quantidades de dados, ou seja, identificar relações entre esses dados a fim de produzir novos conhecimentos e gerar novas descobertas científicas. Ela tem sido aplicada em diversas áreas do conhecimento. Na educação, é utilizada para entender melhor o estudante no seu processo de aprendizagem.
Ao fazer uso de ambientes virtuais de aprendizagem, os estudantes deixam rastros de suas interações. Cada clique, sobre o que e em qual instante ocorreu, fica gravado em um bando de dados. Desta forma, a análise desses dados (chamados logs) permite reconstruir o caminho percorrido por cada usuário. Além da análise de dados de log, são comumente usados questionários, entrevistas e análises de tarefas.
Ao interagirem com o sistema, estudantes podem executar atividades, que são ferramente para interação de usuários e avaliação dos alunos, e utilizarem-se de recursos, que permitem aos educadores disponibilizar material de apoio.
Com essas informações, é possível verificar a relação entre uma abordagem pedagógica e o aprendizado do aluno para, assim, o educador compreender se sua abordagem realmente está ajudando ou se é necessário desenvolver métodos de ensino mais eficazes. Essa metodologia auxilia, desta forma, no aperfeiçoamento do curso e na revisão constante de material e forma de apresentação.
Paralelamente, autores da área de design emergem com uma área denominada “Design Instrucional” que busca descobrir correlações entre dados massivos e delega ao designer a tarefa de interpretar e apontar perspectivas sobre as relações identificadas. Essa área abarca um conjunto de técnicas, métodos e recursos que podem ser utilizados para aperfeiçoar o processo de aprendizagem de um aluno que estuda a distância.
A mineração de dados educacionais e o design instrucional são áreas de grande interesse do NeuroMat e estão sendo estudadas com o objetivo de aperfeiçoar o desenvolvimento do curso de introdução ao jornalismo científico.

Wikidata Labs

Em outubro de 2017, o NeuroMat e o Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil, com apoio da FAPESP, iniciaram uma série de treinamentos para compartilhar as experiências e os recursos de integração entre o Wikidata e os demais projetos Wikimedia.

Continue Lendo “Wikidata Labs”