Editatona Mulher, Arte e Mídia: estudantes ajudam a diminuir a desigualdade de gênero na Wikipédia

* Por Giovanna Fontenelle

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, o grupo de usuários do NeuroMat organizou a III Editatona Mulher, Arte e Mídia, na Faculdade Cásper Líbero, com o intuito de diminuir a desigualdade de gênero na Wikipédia. Neste evento, os estudantes da instituição foram convidados a melhorar páginas plataforma sobre mulheres ou sobre assuntos femininos ou feminista, que tinham a ver com o universo da arte e da comunicação.

O evento integrou a maratona Artes+Feminismos na Lusofonia 2018, que teve como intuito melhorar o conteúdo sobre mulheres e feminismo na Wikipédia em português. Essa campanha também fez parte da iniciativa global Art+Feminism, que organizou mais de 600 editatonas como esta ao redor do mundo.

Artes+Feminismos_na_Lusofonia_2018
Cartaz da iniciativa Art+Feminism Edit-A-Thon 2018 (Crédito: Wikimedia Commons/Books (Please)! In All Branches of Knowledge”, Alexander Rodchenko, derivative work: DarwIn [CC0])
A editatona na Cásper Líbero também contou com o apoio da Embaixada da Suécia no Brasil, que ajuda a desenvolver a iniciativa WikiGAP, abrindo o espaço dos seus consulados para que as pessoas editem sobre mulheres. Este ano, um evento como este também foi realizado na própria embaixada sueca em Brasília.

No começo do evento, os palestrantes explicaram o intuito da editatona e demonstraram porque iniciativas como esta são importantes para diminuir o gender gap existente na Wikipedia, que é de uma mulher para cada 10 homens.

Mulher_e_Mídia_III-1
Cartaz da III Editatona Mulher e Mídia (Crédito: Wikimedia Commons/Ederporto, Wikimedia Commons/Myleen Hollero CC BY-SA 3.0)

Devido a essa lacuna de gênero na Wikipédia, justamente alguns assuntos muito sensíveis às mulheres acabam ficando sobre a atuação de homens. No evento, os palestrantes mostraram o exemplo das páginas sobre estupro, cultura do estupro, lesbofobia, misoginia, que contam com poucas edições feitas por editoras.

Em seguida, os estudantes aprenderam como fazer uma edição simples na Wikipédia, através de um exemplo utilizando a página da artista barroca Artemisia Gentileschi. Logo depois, iniciaram as suas próprias edições.

Na página do evento, os participantes também puderam encontrar uma lista de mulheres da área da comunicação que a equipe NeuroMat selecionou para integrar à editatona. Essas figuras foram escolhidas de acordo com um critério de notoriedade, baseado em prêmios.

No total, 70 alunos participaram do evento. Eles criaram 41 verbetes e melhoraram outros 155. Mais de 51.400 palavras foram acrescentadas.

Entre os verbetes mais ilustres, estão: o quadro Sessão do Conselho de Estado; a professora de história da Ciência, Londa Schiebinger; a artista plástica brasileira, Vera Sabino; a pintora francesa, Danielle Bigata, a escritora afro-americana Raquel Willis; e a produtora canadense, Karin Lee.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s