Identidade sonora do podcast

*Por: Carolina Salles Carvalho

A audição é tão importante que é o primeiro dos sentidos que o feto desenvolve por volta da 18ª semana da gestação. Primeiro, ele ouve o coração da mãe e, em um momento posterior, aprende a reconhecer a voz materna. Ao longo da vida, vamos criando um repertório sonoro nosso, que, ao mesmo tempo, tem referenciais compartilhados socialmente.

Fui longe para falar da importância que o som tem na nossa vida e como ele pode ajudar a contar uma história. Pessoalmente, acredito que algumas trilhas são tão marcantes quanto os personagens de um filme, por exemplo. Por isso, na última semana, tivemos uma reunião para compartilhar as expectativas em relação à trilha para o podcast da Rede Amparo, com a presença dos docentes Eduardo Vicente (ECA) e Maria Elisa Pimentel Piemonte (FM/USP) , além da jornalista Thais May Carvalho.  

Ao pensar no podcast como um todo, a ideia é trazer a esperança de uma maneira não verbal. Ao mesmo tempo, questões biográficas dos personagens foram discutidas para ajudar na escolha de trilhas que pudessem ser associadas a eles. Um dos pontos em pauta foi a importância de incluir pessoas de todo o país no podcast, em consonância com a proposta da Rede Amparo, sendo que essa pluralidade regional também precisaria estar presente na identidade sonora do projeto. Também validamos a possibilidade de usar criações originais de músicos que pudessem ceder os direitos autorais para o podcast, em uma troca benéfica para todas as partes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: