Ernesto Hamburger 2.0: a experiência de difusão científica colaborativa do NeuroMat

peschanski
Prof. João Alexandre Peschanski, da Faculdade Cásper Líbero (foto disponível no Wikimedia Commons.)

Por João Alexandre Peschanski

(Intervenção na mesa-redonda “Desafios da Difusão Científica: homenagem a Ernesto Hamburger”, realizada em 9 de junho de 2016 pelo CEPID NeuroMat.)

O evento de hoje intitula-se “Desafios da difusão científica” e, por mais que estejamos em um ambiente festivo, de homenagem, peço a licença para dizer: o desafio da difusão científica é dramático. A dimensão desse desafio é avassaladora: (1) o Brasil sofre no presente com o assim chamado analfabetismo científico; (2) a construção desse analfabetismo científico é histórica, ou seja, carregamos práticas e instituições que potencialmente dificultam a difusão da ciência; e (3) vivemos um ambiente político instável no apoio à ciência, em evidente retrocesso nos tristes dias atuais. O desafio que temos diante de nós é, nesse ambiente adverso e inóspito, participar no desenvolvimento dos processos sociais necessários para constituir a cultura científica. Continue Lendo “Ernesto Hamburger 2.0: a experiência de difusão científica colaborativa do NeuroMat”

Anúncios

Como seguir o legado do Professor Ernest Hamburger

andre_frazao
Prof. André Frazão Helene, do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (foto disponível no Wikimedia Commons).

Por André Frazão Helene

(Intervenção na mesa-redonda “Desafios da Difusão Científica: homenagem a Ernesto Hamburger”, realizada em 9 de junho de 2016 pelo CEPID NeuroMat.)

Gostaria de iniciar minha fala dizendo que me sinto enormemente honrado em estar aqui. Certamente se estou nessa mesa é por ser um neurocientista ligado ao projeto NeuroMat. Nesse sentido, preciso reforçar a importância que teve ao projeto a participação do Professor Ernesto, que pôde emprestar não apenas seu enorme prestígio, mas principalmente sua enorme experiência na área de difusão científica. É nesse sentido que devo, antes de tudo, mencioná-la. Continue Lendo “Como seguir o legado do Professor Ernest Hamburger”

Wiki-difusão: uma nova forma de divulgar ciência

Por David Alves

Uma parte fundamental na ciência está no ato de torná-la pública, seja para a comunidade científica ou para a população geral, e esse é um processo de comunicação. A divulgação da ciência é um trabalho preciso e delicado, principalmente quando feita para além do meio acadêmico, pois a maioria das pessoas ainda não está familiarizada com os processos envolvidos na produção de ciência. Quando vistos individualmente os erros até podem passar despercebidos, mas se acumulam em uma cultura científica deficiente, incapaz de sustentar uma comunidade ativa e fértil. Por isso, é preciso sempre questionar, investigar e pesquisar os métodos a serem utilizados. Aqui no NeuroMat, o que tentamos desenvolver é uma nova forma de difusão científica através de ferramentas 2.0, especificamente a Wikipédia, o que chamamos de “wiki-difusão”. Continue Lendo “Wiki-difusão: uma nova forma de divulgar ciência”

Sobre Ciência, Divulgação, Museus e Ernst Hamburguer há muito o que falar…

Challenges_of_Scientific_Dissemination_(NeuroMat)_73
Profa. Martha Marandino, da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (foto disponível no Wikimedia Commons).

 

Por Martha Marandino

(Intervenção na mesa-redonda “Desafios da Difusão Científica: homenagem a Ernesto Hamburger”, realizada em 9 de junho de 2016 pelo CEPID NeuroMat.)

Muito aqui já foi falado sobre a importância e relevância do professor, pesquisador e divulgador Ernst Hamburger. Gostaria aqui apenas de acrescentar neste vasto universo de contribuições que o prof. Hamburguer vem dando para a ciência, para a educação e para a divulgação, a importância do seu envolvimento com os museus de ciências e, em especial, com a Estação Ciência que dirigiu nos anos de 1990. Continue Lendo “Sobre Ciência, Divulgação, Museus e Ernst Hamburguer há muito o que falar…”

Introdução na homenagem ao Prof. Ernesto Hamburger

fernando_paixao
Prof. Fernando da Paixão, do Instituto de Física da UNICAMP (foto disponível no Wikimedia Commons).

 

Por Fernando da Paixão

(Intervenção na mesa-redonda “Desafios da Difusão Científica: homenagem a Ernesto Hamburger”, realizada em 9 de junho de 2016 pelo CEPID NeuroMat.)

São um prazer e uma honra participar desta mesa em homenagem ao professor Ernesto Hamburger numa atividade planejada pelo Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática (CEPID NeuroMat). O professor Hamburger foi o primeiro responsável pelo planejamento e  implementação da disseminação desse centro de excelência da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), criado em 2013. Esta mesa, cujo título oficial é “Desafios da difusão científica: homenagem a Ernesto Hamburger”, busca ressaltar a atuação do professor Hamburger em áreas onde teve destaque, Ensino e Divulgação da Ciência. Continue Lendo “Introdução na homenagem ao Prof. Ernesto Hamburger”

Avançando a teoria do cérebro com simplicidade matemática e plausibilidade biológica

Por Equipe de Difusão

(Texto originalmente publicado no Boletim NeuroMat 28, em 31 de maio de 2016, produzido pela Equipe de Difusão Científica do NeuroMat. Publicação original em inglês, aqui.)

Simplicidade matemática e plausibilidade biológica. É na combinação desses dois eixos que está o cerne da criação do NeuroMat, um dos centros de pesquisa, inovação e difusão da FAPESP. “Sem o auxílio da biologia, os matemáticos poderiam, no máximo, gerar alguns bons modelos matemáticos, com certa coerência interna, mas que permaneceriam absolutamente inúteis para fomentar um panorama conceitual para a neurociência. Sem a matemática, os neurocientistas por sua vez seriam incapazes de passar para um nível mais alto de abstração e poderiam, assim, cair na armadilha de direcionar seu poder científico para reunir detalhes pouco úteis no contexto de uma compreensão mais sistêmica das redes neurais”, disse o coordenador do NeuroMat, Antonio Galves. Continue Lendo “Avançando a teoria do cérebro com simplicidade matemática e plausibilidade biológica”

Como a escrita colaborativa ajuda a qualidade de artigos da Wikipédia

Openness_in_archaeology

Por David Alves

A cooperação entre os usuários é parte fundamental do sucesso da Wikipédia. É por meio dessa interação entre eles que o conteúdo da enciclopédia online surge e atinge uma qualidade considerada equivalente à de outros materiais com o mesmo teor e amplitude. É importante entender como ocorre o processo da escrita colaborativa que sustenta o site.

Em 2006, Nicolas Auray, Céline Poudat e Pascal Pons se propuseram a investigar o tema dentro da versão francesa da enciclopédia. O artigo de referência é “Democratizing scientific vulgarization. The balance between cooperation and conflict in French Wikipedia”, Observatorio (OBS*) 1.3 (2007).

Continue Lendo “Como a escrita colaborativa ajuda a qualidade de artigos da Wikipédia”