Revisão: Cultura Hispano-Americana

Por Shalor Toncray*

15 de setembro marca o início do Mês da Cultura Hispano-Americana nos Estados Unidos, um evento anual que celebra não só as contribuições dos hispânicos e latinos, mas também as histórias e as culturas deles e de seus antepassados ​​da Espanha, México, Caribe, América Central e do Sul. Esta comemoração dura até o dia 15 do mês seguinte e se reflete em eventos similares em outros países. Embora a escolha de 15 de setembro possa parecer aleatória para alguns, esta data foi escolhida com muito cuidado, pois marca o dia de 1821 em que as autoridades guatemaltecas declararam que a América Central era independente da Espanha, provocando a Guerra da Independência do México, e está próximo dos dias em que México, Chile e Belize celebram seus dias de independência. Mesmo depois do Mês da Cultura Hispano-Americana, parece apropriado mostrar artigos que alunos da disciplina de História Latino-Americana da Professora Rosina Lozano da Universidade de Princeton criaram como parte de suas atividades.

Continue Lendo “Revisão: Cultura Hispano-Americana”

Anúncios

Legados afro-americanos em arte, economia e política

Por Cassidy Villeneuve*

Nos Estados Unidos, fevereiro é o mês da História Negra, durante o qual reiteramos a importância das conquistas, contribuições e legados dos afro-americanos ao longo da história.

A Wikipédia se esforça para ser a soma de todo o conhecimento humano. Embora seja uma fonte incrível de informação, acessada por milhões todos os dias, ela sempre pode ser melhorada, especialmente quando se trata de representar histórias de populações historicamente marginalizadas. Uma atividade com a Wikipédia apresenta aos alunos uma oportunidade de representar melhor as diversas vozes e perspectivas da história, contribuindo para a enciclopédia on-line mais popular do mundo.

Continue Lendo “Legados afro-americanos em arte, economia e política”

Revisão: Declaração Universal dos Direitos Humanos

Por Cassidy Villeneuve*

Dezembro é o Mês Universal dos Direitos Humanos e dia 10 de dezembro é o Dia dos Direitos Humanos, um dia reconhecido internacionalmente em lembrança da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 1948. Neste dia, organizações governamentais e não governamentais em todo o mundo aumentam a conscientização sobre questões de direitos humanos, se reúnem para elaborar estratégias sobre como resolver estas questões e organizam eventos para comemorar o dia. Entre as liberdades estabelecidas pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, está o acesso justo à educação. Aqui, na Wiki Education Foundation, acreditamos no conhecimento acessível, na melhoria da alfabetização pública e na garantia de que nossas fontes populares de informação sejam precisas. É por isso que apoiamos os educadores ao ensinar seus alunos a editar a Wikipédia como uma atividade em sala de aula. Os estudantes direcionam o trabalho árduo que já fazem em sala de aula a uma plataforma que compartilha conhecimento acadêmico com o mundo.

Continue Lendo “Revisão: Declaração Universal dos Direitos Humanos”

Revisão: Cultura dos Nativos Norte-Americanos

Por Cassidy Villeneuve*

Nos Estados Unidos, novembro é o Mês da Cultura dos Nativos Norte-Americanos. É um mês para reconhecer os direitos e conquistas dos povos indígenas e proporcionar uma plataforma para a partilha de culturas e tradições nativas. À luz deste mês, destacamos o trabalho dos alunos da disciplina de Direitos Humanos dos Povos Indígenas do Professor Carwil Bjork-James na Universidade Vanderbilt.

Continue Lendo “Revisão: Cultura dos Nativos Norte-Americanos”

Revisão: Arqueologia africana

Por Shalor Toncray*

Por toda a sua arrogância e bravata, Indiana Jones é um terrível arqueólogo. Com todas as devidas desculpas a Harrison Ford e Steven Spielberg, Indiana estava sempre um pouco mais interessado no tesouro e em suas companheiras femininas que com o “quem, o quê, quando, onde, como e por quê” dos sítios históricos que visitou — mesmo quando ele não estava tentando vencer seus inimigos até a linha de chegada. Os arqueólogos reais estão mais interessados ​​no valor do conhecimento que podem coletar de suas descobertas do que em seu valor monetário.

Continue Lendo “Revisão: Arqueologia africana”

Revisão: Conservação auditiva

Por Shalor Toncray*

Outubro é o mês nacional de proteção da audição e mês nacional de conscientização audiológica nos Estados Unidos, um mês em que os audiologistas e as organizações como o Instituto Nacional de Surdez e Outros Transtornos da Comunicação [National Institute on Deafness and Other Communication Disorders ou NIDCD, na sigla em inglês] gostariam que as pessoas gastassem um pouco de seu tempo para aprender sobre audiologia e como podem prevenir a perda auditiva relacionada com o ruído e outras causas. De acordo com a NIDCD, este tipo de perda de audição é completamente evitável e pode ser prevenida por métodos como baixar o volume enquanto usar dispositivos eletrônicos e usar protetores auditivos enquanto estiver em uma área ruidosa.

Continue Lendo “Revisão: Conservação auditiva”

O trabalho desenvolvido pelo NeuroMat no Museu Paulista

Giovanna e Ernandes - Museu Paulista
Giovanna e Ernandes atuando na seleção das imagens do Guilherme Gaensly no Museu Paulista (Crédito: Célio Costa Filho)

Por Giovanna Fontenelle

Olá,

Meu nome é Giovanna Fontenelle, sou a nova integrante da equipe de difusão científica do NeuroMat. Depois de me apresentar no meu post anterior e explicar os pormenores das minhas atividades práticas e teóricas, aproveito este espaço para descrever com mais detalhamento a minha atuação no Museu Paulista.

As minhas atividades no Ipiranga são supervisionadas pela professora Solange Ferraz de Lima, diretora do museu, e pelo Dorival Pegoraro Junior, responsável pela difusão cultural. A minha atuação acontece de um a dois dias por semana em conjunto com o Ernandes Evaristo Lopes, funcionário que cuida das imagens digitalizadas da instituição.

Por enquanto, atuei na seleção das imagens na rede do museu e no recolhimento de seus dados. Em breve, trabalharei com o Icono, programa da instituição que guarda todo o seu acervo e conta com informações bibliográficas e dados exclusivos, os quais serão aproveitados nos artigos da Wikipédia e no sistema de categorias do Wikimedia Commons.

A parceria do NeuroMat com o Museu Paulista já acontece desde 2017. No ano passado, foram carregadas 150 pinturas pertencentes à instituição no Wikimedia Commons, que foram utilizadas no projeto do professor João Alexandre Peschanski na disciplina de Ciência Política, na Faculdade Cásper Líbero. Os alunos ficaram responsáveis por criar verbetes no Wikipédia sobre as obras e produzir áudiodescrições sobre cada imagem.

Agora, com a minha presença, as atividades e a atuação da parceria passam a ser mais frequentes. Desde o início do projeto, há um mês, já realizamos o carregamento de 152 imagens de cartões postais e fotografias de Guilherme Gaensly no Wikimedia Commons e de seus respectivos metadados no Wikidata.

O próximo passo, que já está bastante encaminhado, é o upload do restante das pinturas do Museu Paulista. Serão carregadas cerca de 900 imagens no Commons e no Wikidata. Deste total, 200 ainda não estão digitalizadas pela instituição.

Depois do upload, a intenção é trabalhar no conteúdo teórico dessas obras no Wikipédia, com a criação de verbetes e listas de pinturas. Uma página que já está com o trabalho encaminhado e que se baseará nesse carregamento, é a sobre o Eixo Monumental do Museu do Ipiranga.

Após esse grande upload, faremos o carregamento das fotografias de Werner Haberkorn e do Fotolabor. Essas imagens retratam a cidade de São Paulo durante as décadas de 1940 e 1950. Para esse trabalho, conseguimos autorização do Museu e da família que tem os direitos dessas obras e precisaremos de uma licença especial para compartilhar na Wikipédia, que se vale do caráter histórico das fotos.

O último passo programado é o carregamento das imagens da Mapoteca. Esta atividade ainda não foi iniciada. Eventualmente, faremos outros uploads.