Encontros no NeuroMat: Osame Kinouchi compartilha sua pesquisa sobre atividades neuronais espontâneas

 

*Por Thais May Carvalho

No último dia 12 de junho, o professor Osame Kinouchi Filho veio da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto até a sede do CEPID NeuroMat, no campus da USP em São Paulo, para nos contar sobre a sua mais recente pesquisa: Self-organized critical balanced networks: a unified framework. Esse artigo foi feito em colaboração com os pesquisadores Mauricio Girardi-Schappo, Ludmila Brochini, Ariadne Costa e Tawan Carvalho.

Doutor em física e professor da USP de Ribeirão Preto, Osame está associado ao NeuroMat desde 2015, quando Antonio Carlos Roque da Silva Filho, um dos investigadores associados do núcleo, o convidou para integrar a equipe. Naquela época, Kinouchi já trabalhava com os neurônios estocásticos (também conhecidos como neurônios probabilistas), um modelo desenvolvido pelos professores Antonio Galves e Eva Löcherbach, dois dos principais pesquisadores do NeuroMat.

Porém, Osame e a sua equipe têm uma abordagem voltada mais para a área da física estatística, enquanto as pessoas da sede em São Paulo se concentram na parte mais rigorosa dos teoremas e da matemática.

O artigo mais recente de Kinouchi, publicado em junho de 2019 e tema da sua última palestra no NeuroMat, fala sobre a atividade neural espontânea, ou seja, quando os neurônios estão ativos mesmo sem receber estímulos externos. Osame explica que algumas dessas atividades espontâneas da rede são responsáveis por determinadas patologias, dando como exemplo a epilepsia.

Nessa pesquisa, criando simulações com neurônios simplificados, foi possível notar que num determinado ponto dentro do Modelo de Brunel (mais especificamente no ponto-balanceado) existem avalanches neuronais, que é um tipo de atividade que segue a mesma lei de terremotos de Gutenberg-Richter.

Para Osame, isso significa que dois grupos que não se comunicam entre si, que são a comunidade de redes balanceadas (grupo de cientistas que segue o Modelo de Brunel e não pesquisa as avalanches neuronais) e a comunidade de redes críticas (grupo de cientistas que trabalha com a rede de avalanches), agora podem se unir em torno desse novo modelo, que mostra que ambos paradigmas, na verdade, se juntam em um só.

Editatona Mulher, Arte e Mídia: estudantes ajudam a diminuir a desigualdade de gênero na Wikipédia

* Por Giovanna Fontenelle

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, o grupo de usuários do NeuroMat organizou a III Editatona Mulher, Arte e Mídia, na Faculdade Cásper Líbero, com o intuito de diminuir a desigualdade de gênero na Wikipédia. Neste evento, os estudantes da instituição foram convidados a melhorar páginas plataforma sobre mulheres ou sobre assuntos femininos ou feminista, que tinham a ver com o universo da arte e da comunicação.

Continue Lendo “Editatona Mulher, Arte e Mídia: estudantes ajudam a diminuir a desigualdade de gênero na Wikipédia”

NeuroMat promove encontro de cultura matemática na USP

cmb-poster
Por Equipe de Difusão

Em maio, o CEPID NeuroMat irá promover um encontro especial de pesquisadores e professores de diversas instituições na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP). O evento “Cultura Matemática no Brasil: diagnósticos e perspectivas”, acontecerá no dia 16 de maio, e tem apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e da FEUSP.

Continue Lendo “NeuroMat promove encontro de cultura matemática na USP”