Revisão: Teatro afro-americano

Por Cassidy Villeneuve*

Na primeira semana de fevereiro, mostramos o trabalho dos alunos que destacaram as companhias e peças de teatro afro-americanas, bem como os dramaturgos afro-americanos. Os artistas envolvidos na arena teatral contribuíram com trabalhos notáveis ​​para a cultura americana, sobre os quais os leitores da Wikipédia agora podem ler muita coisa. Graças aos alunos da disciplina de Teatro e Cultura Afro-Americana da Professora Ali-Reza Mirsajadi no Emerson College, existem três novos artigos sobre o tema.

Continue Lendo “Revisão: Teatro afro-americano”

Anúncios

Revisão: Arte na Itália da Renascença

 

 

 

 

 

 

 

 

Por Cassidy Villeneuve*

Quanto você sabe sobre a arte na Itália da Renascença? Você pode ler muito sobre isto agora que os alunos da disciplina de História da Arte da Professora Sara Galletti na Universidade Duke expandiram e melhoraram artigos sobre pintores italianos. Graças a pessoas como eles, qualquer um pode ter acesso ao conhecimento sobre estas influentes figuras da história da arte.

Continue Lendo “Revisão: Arte na Itália da Renascença”

Revisão: Construindo comunidades on-line

Por Shalor Toncray*

Ao longo da história da internet, houve várias tentativas de lançar uma comunidade on-line que reunisse as pessoas para discutir interesses comuns e/ou variados. Criar uma bem-sucedida e duradoura é um desafio, que apenas algumas comunidades on-line conseguiram. A turma de Construção de Comunidades On-line Bem-Sucedidas do Professor Benjamin Mako na Universidade de Washington estudou o que torna estas comunidades bem-sucedidas — ou mal-sucedidas. A turma escolheu a Wikipédia como um dos exemplos de comunidade on-line. Em uma das atividades, os alunos tinham que interagir com a comunidade de edição e se tornar editores ativos. Os alunos foram autorizados a editar sobre um tema de sua escolha, o que levou a uma variedade de artigos, que vão de passarelas decoradas com vidros do escultor norte-americano Dale Chihuly a orquestras chinesas e transmissões ao vivo de pandas gigantes. Ao mergulhar na edição, eles não só aprenderam coletivamente sobre comunidades on-line, mas também garantiram que suas ações melhorariam a riqueza de conhecimento livremente disponível na internet.

Continue Lendo “Revisão: Construindo comunidades on-line”

Busca: todos os novos objetos brilhantes e iluminados

Por Deborah Tankersley*

Estamos começando a testar alguns recursos muito legais que tornarão clicar na toca de coelho da Wikipédia mais divertido e fascinante.

Continue Lendo “Busca: todos os novos objetos brilhantes e iluminados”

Compartilhe sua fotografia com o mundo pelo aplicativo Wikimedia Commons para Android

Por Josephine Lim*

Nestes tempos, muitas pessoas usam o celular como sua câmera principal. No entanto, isto pode representar um problema para os wikimedistas quando eles querem fazer o upload de suas imagens para o Wikimedia Commons – eles transferem os arquivos para um computador normal, tentam negociar com as versões móveis das páginas ou procuram juntos outra solução?

Continue Lendo “Compartilhe sua fotografia com o mundo pelo aplicativo Wikimedia Commons para Android”

Do Metropolitan, 375.000 janelas para a história da arte e isto é apenas o começo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por Richard Knipel*

Richard Knipel, Wikimedista em residência no Metropolitan Museum of Art em Nova York [também conhecido como Metropolitan ou Met], analisa os esforços realizados e os planos para apoiar ainda mais a colaboração entre o museu e o movimento Wikimedia.

Continue Lendo “Do Metropolitan, 375.000 janelas para a história da arte e isto é apenas o começo”

Wikipédia na sala de aula de história da arte

Por Anne McClanan*

Desde que lecionei pela primeira vez com atividades de pesquisa baseadas na Wikipédia em 2011, o processo se tornou muito mais simples para professores e alunos. Minhas razões para fazer os alunos criarem páginas na Wikipédia, em vez de escreverem atividades de pesquisa tradicionais, serão familiares para outros que seguiram esse caminho. Isto permite aos alunos aprimorarem sua habilidade de pesquisa e sua capacidade de escrever em contexto, além de se envolverem com um empreendimento que sentem que é (e de fato é) mais propositivo. Eles criam uma contribuição duradoura para recursos abertamente disponíveis sobre um assunto e assumem um orgulho muito evidente neste trabalho. Além disso, como a maioria dos alunos das aulas de história da arte tende a ser composta por mulheres, a prática oferece uma maneira de impactar um grupo que de outra forma permaneceria mal representado no maior recurso educacional aberto do mundo, um conjunto de habilidades que podem levar a um envolvimento futuro quando o semestre acabar.

Continue Lendo “Wikipédia na sala de aula de história da arte”