NeuroMat disponibiliza fotografias de São Paulo tiradas por Guilherme Gaensly

* Por Giovanna Fontenelle

A primeira etapa na parceria do Museu Paulista com o NeuroMat em 2018 foi o carregamento de 138 imagens do fotógrafo Guilherme Gaensly no Commons, a plataforma multimídia dos projetos Wiki. Estes arquivos pertenciam ao acervo da instituição e já estavam em domínio público há 20 anos.

Continue Lendo “NeuroMat disponibiliza fotografias de São Paulo tiradas por Guilherme Gaensly”

Anúncios

TED-Ed: animações para transmitir conhecimento

van gogh.jpg
Animação: A inesperada matemática por trás da Noite Estrelada de Van Gogh (crédito: reprodução/TED-Ed)

Por Giulia Ebohon

A imagem é capaz de, por si só, fomentar a busca pelo saber? O Ted-Ed manuseia essa questão com praticidade e apresenta, entre outras ferramentas, uma série de animações que têm como o objetivo transmitir de uma forma acessível conhecimento para o mundo.
Continue Lendo “TED-Ed: animações para transmitir conhecimento”

Projeto do NeuroMat promove pesquisa e educação sobre lesões do plexo braquial

claudia
Claudia D. Vargas, pesquisadora principal do CEPID. Crédito: NeuroMat/ Wikimedia Commons

Por Karolina Bergamo

O Centro de Pesquisa, Inovação e Disseminação de Neuromatemática (CEPID NeuroMat) lançará em breve uma abordagem multidisciplinar focada em lesões do plexo braquial, denominada Ação NeuroMat para a Lesão do Plexo Braquial (ABRAÇO).

Continue Lendo “Projeto do NeuroMat promove pesquisa e educação sobre lesões do plexo braquial”

Em defesa da wiki-pedagogia

Por João Alexandre Peschanski

A experiência em sala de aula nos moldes tradicionais precisa ser modificada. Docentes e discentes estão muitas vezes desinteressados, convivendo em um espaço que não os estimula a agir com criatividade. As causas para esse tédio são diversas. Entre as principais, o baixo investimento na educação e o sucateamento da carreira dos professores.

Nesse cenário, vou colocar o foco em apenas um elemento: a tecnologia. Os estudantes estão energicamente conectados a seus aparelhos tecnológicos. Mesmo na sala de aula os olhares estão fixos em celulares e tablets, mergulhados em fluxos de comunicação intensos. A disposição desses jovens com seus dispositivos em geral contrasta com a apatia com que encaram a prática pedagógica.

Continue Lendo “Em defesa da wiki-pedagogia”