Protocolos éticos em pesquisas experimentais

Sistema CEP/Conep. Fonte: Conep

*Por Miréia Figueiredo

Nesta semana, finalizei a aula sobre protocolos éticos em pesquisas experimentais, do terceiro módulo do curso de Introdução ao Jornalismo Científico. O módulo é o último a ser escrito para completar o curso e trata justamente sobre Ética da Ciência.

No último semestre, conversei com Claudia Vargas e Fernando da Paixão, como comentado nesse post, sobre possíveis direcionamentos para essa aula. Alguns dos tópicos sugeridos foram: a regulamentação de pesquisas em humanos e a regulamentação de pesquisas com animais.

Ao desenvolver essa aula, acabei optando por não incluir o segundo tópico e o substituí por um outro sobre as diretrizes de pesquisas com humanos nas ciências sociais e humanas. Tendo em vista que o curso é direcionado para jornalistas, achei que seria apropriado discutir esse assunto.

No que diz respeito ao tópico de regulamentação de pesquisas em humanos foi explicada a história do Sistema CEP/Conep e como o descumprimento dessa regulamentação pode comprometer a pesquisa.

Ajustes técnicos no curso da Wikiversidade

*Por Miréia Figueiredo

Ao mesmo tempo que escrevo as últimas aulas do curso também verifico o funcionamento de links e realizo alguns ajustes técnicos nas páginas da Wikiversidade. Nessa semana, por exemplo, incluí fotos e titulação dos integrantes da equipe que estiveram envolvidos no projeto.

São nesses momentos que mais me aproximo do código da plataforma e começo a compreender a função dos programadores. Não surpreendentemente também são os momentos em que surgem mais dúvidas. Uma função simples, quando executo, estende-se por horas justamente por eu não dominar a linguagem. Mas me interesso pelo desafio do processo.

Nessa etapa final da vigência da minha bolsa, deixo aqui registrado o meu agradecimento aos desenvolvedores do curso de Introdução ao Jornalismo Científico. O trabalho deles é o que de fato deu forma ao projeto e permitiu que, hoje, ele possa ser navegado por qualquer pessoa com acesso à internet.

Apresentação da pesquisa para equipe

*Por Miréia Figueiredo

Na reunião de difusão dessa semana, apresentei a minha pesquisa sobre o uso de recursos multimídia em cursos MOOC da Wikiversidade. Foi a primeira vez que apresentei minha análise tendo concluído a escrita do artigo. Por isso, foi muito importante ouvir as sugestões e opiniões da equipe.

Como já comentado em posts anteriores, selecionei quatro cursos de diferentes línguas (português, inglês, espanhol e francês) para verificar o uso dos recursos multimídia. Após minha apresentação, uma das questões foi justamente sobre o motivo de ter escolhido esses cursos.

Bom, a verdade é que há poucos cursos MOOC na Wikiversidade e menos ainda cursos que utilizem recursos multimídia. Sendo assim, adotei a metodologia de selecionar pela variável de resposta. Ou seja, percebendo a falta de opções na plataforma de língua portuguesa, naveguei pela plataforma de outros idiomas e escolhi os cursos que atendiam o critério de pesquisa.

Por fim, posso dizer que, mais do que envolver os estudantes no próprio aprendizado. Um curso MOOC rico em multimídia pode ajudar a conectar estudantes com outros estudantes. Formando, assim, uma noção de comunidade e aprendizado colaborativo.

Elaboração de tarefa sobre metodologia comparada

*Por Miréia Figueiredo

Nessa semana, tive uma reunião com a jornalista Monique Sampaio que está desenvolvendo seu projeto para integrar a equipe de difusão do CEPID NeuroMat. No entanto, não conversamos exatamente sobre o seu projeto de ingresso na equipe.

Monique desenvolve uma pesquisa que envolve metodologia comparada e esse tópico pode me ajudar a redigir a tarefa do módulo 4 do curso de Introdução ao Jornalismo Científico. A atividade solicita que o estudante compare como o mesmo tema científico foi abordado por diferentes veículos jornalísticos.

Monique me recomendou alguns artigos sobre o assunto e sugeriu alguns tópicos que considera serem importantes. A tarefa integrará o módulo de Temas Centrais da Ciência Contemporânea.

Uma aula sobre ciência aberta

*Por Miréia Figueiredo

Nessa semana, finalizei mais uma aula do módulo 4. Temas Centrais da Ciência Contemporânea. O conteúdo em questão, sobre Ciência Aberta, foi baseado na tese “A ciência aberta e suas (re) configurações: políticas, infraestruturas e prática científica”, de Jean Carlos Ferreira dos Santos.

Para o desenvolvimento dessa pesquisa, entre 2015 e 2017, Jean fez entrevistas com pesquisadores do CEPID NeuroMat, justamente por seguirem princípios de ciência aberta. Entrei em contato com ele para saber o que ele achava de elaborarmos a aula com base nesse trabalho e ele prontamente aceitou.

A aula é dividida em três tópicos principais: O ethos científico e a privatização do conhecimento; Ciência, código aberto e compartilhamento e Ciência aberta: múltiplas abordagens. Talvez por ter sido baseada em uma tese, uma investigação mais aprofundada, essa é a aula com a maior lista de referências.